Web Content Display Web Content Display

Tendencias

Asset Publisher Asset Publisher

Back

Entenda o que é empowerment e dê autonomia aos colaboradores

Entenda o que é empowerment e dê autonomia aos colaboradores

Empowerment é um modelo de gestão em que a liderança e as tomadas de decisão são compartilhadas com os colaboradores, reconhecendo assim que seus conhecimentos os capacitam para escolher soluções mais adequadas para cada problema vivido no negócio.

Seu raciocínio, porém, é mais antigo, remontando ao século XVII e seus ensaios filosóficos, sociológicos e religiosos, que também usam como base principal o compartilhamento da liderança e as escolhas cruciais para a resolução de determinadas situações.

Agora, com o conceito bem explicado, é possível dar continuidade à análise, procurando compreender sua aplicação e os motivos para colocar o empowerment em prática no negócio. Continue a leitura do post para saber mais!

Quais os benefícios de adotar a estratégia?

Assim como todas as estratégias adotadas por qualquer empresa, o empowerment (empoderamento dos colaboradores) precisa ser adaptado às necessidades do negócio e a seus clientes finais.

Em um call center, por exemplo, empoderar os atendentes significa desburocratizar o atendimento e permitir que eles tomem decisões por conta própria a fim de solucionar as demandas dos clientes finais. Com essa dose a mais de autonomia, a equipe em eficiência e agilidade nos processos.

Para negócios mais complexos, o empowerment pode ser aplicado na constituição de times multidisciplinares, responsáveis por desenvolver um novo produto ou uma nova solução. Assim, em vez de apontar um único líder, todos se tornam responsáveis pelo projeto. Assim, a cada etapa de sua realização, os colaboradores podem colocar suas especialidades a favor do sucesso almejado.

O empoderamento também proporciona ganho de produtividade e redução de custos, benefícios que as corporações sempre recebem com muito gosto. Na prática, essas consequências são percebidas nessa estratégia pelo fato de a equipe se comprometer mais intensamente com os resultados, reduzindo falhas e retrabalho.

Dar oportunidade para que talentos profissionais coloquem seus conhecimentos à prova e promover a interação de colaboradores mais e menos experientes também são formas de engajar e motivar o time. Como resultado, logo se vê uma significativa diminuição dos índices de rotatividade e absenteísmo, por exemplo.

Em resumo, podemos apontar como benefícios do empowerment:

a desburocratização de processos, que otimiza a relação com o cliente final;

• o ganho de eficiência e de agilidade nos processos;

• a valorização do conhecimento dos colaboradores, mostrando que podem estar até mais preparados para ações reativas que os próprios gestores;

• a redução de falhas e de retrabalho;

• a identificação e o incentivo de talentos humanos na equipe;

• a retenção do conhecimento dentro da corporação, considerando que a interação entre profissionais mais e menos experientes promove uma mentoria.

Somando todos esses benefícios, podemos ainda apontar que os gestores de área poderão, assim, concentrar seu empenho mais efetivamente nas estratégias e no planejamento e menos em soluções reativas de problemas que surgem recorrentemente.

Como preparar a estrutura para o empoderamento?

O empoderamento deve ser um processo gradual para minimizar possíveis impactos. Dar autonomia para um funcionário ainda em treinamento, por exemplo, pode levá-lo a cometer erros com consequências de grande impacto para o negócio. Pensando nisso, o ideal é tomar certas atitudes de preparo da estrutura e também da equipe.

Personalização de treinamento

Levando em conta que os colaboradores de qualquer empresa têm perfis distintos, só podem passar pelo processo de aprendizagem também de diferentes maneiras, não é mesmo? Para se ter um alinhamento dessa evolução, é possível investir em treinamentos totalmente personalizados, de preferencia utilizando ferramentas digitais, que facilitam a personalização e a distribuição para grandes públicos.

O ideal é que tais treinamentos sejam desenvolvidos a partir de uma consultoria detalhada do negócio, passando pela personalização de um ambiente digital e, por fim, pela criação de conteúdos eficazes. Existe uma metodologia adequada diferente para objetivo de aprendizagem, considerando o público-alvo e a tecnologia disponível em cada situação.

Ao criar uma escola virtual corporativa, a empresa permite que cada um dos colaboradores conduza seu próprio processo de aprendizagem, nem por isso deixando de incorporar os conhecimentos que o habilitarão a tomar decisões dentro dos preceitos do negócio.

Definição e divulgação dos preceitos corporativos

Os treinamentos são excelentes meios de propagação de regras e preceitos da empresa. No entanto, outros meios também precisam estar alinhados — inclusive a forma como diretores e gestores atuam. Isso reforça o que não pode ser ultrapassado e também gera confiança para o time colocar tais posicionamentos na prática ao lidar com clientes finais ou interagir com colegas de trabalho.

 

Neurociencia Tendencias Telefonica Educacion Digital
O empoderamento também proporciona ganho de produtividade e redução de custos, benefícios que as corporações sempre recebem com muito gosto.

Como efetivamente aplicar a estratégia?

Algumas atitudes e ações devem ser tomadas para realmente colocar o empowerment em prática. Considerando que os principais elementos para sua efetivação são os colaboradores, é primordial conhecer suas habilidades e capacidades. Além disso, também é possível apontarmos:

a identificação de processos e projetos com carência de liderança compartilhada;

• o incentivo para que os profissionais sejam mais proativos e proponham mudanças, oferecendo para isso treinamentos específicos relacionados ao tema;

• a promoção da importância da autonomia e também da responsabilidade de usá-la dentro das regras do negócio — um representante pode modificar uma proposta de negócio para o cliente, por exemplo, mas não pode oferecer um desconto além do máximo permitido pela empresa;

• a criação de expectativas, prazos e metas claros para que profissionais e times empoderados compreendam como serão avaliados e cobrados;

• a elaboração de um calendário de treinamentos que recicle conhecimentos técnicos, comportamentais e de relacionamento, considerando que o empoderamento incentivará cada vez mais o trabalho em equipe;

• o acompanhamento regular dos resultados, já que são os dados, os relatórios e as metas do negócio que demonstram se o empowerment está sendo efetivo e qual parte da estratégia pode ser melhorada.

Dar poder de decisão e autonomia para os colaboradores é uma forma de aproveitar mais intensamente seus conhecimentos, descobrir novas maneiras de inovar e, com isso, tornar o negócio cada vez mais competitivo.

O que você tem que entender é que o empowerment fortalece a empresa ao mesmo tempo em que oferece mais autonomia aos colaboradores. Aos poucos, as lacunas e as formalidades existentes entre a gestão e a equipe vão desaparecendo, tornando o ambiente corporativo mais engajador, criativo e eficiente.

É uma combinação de diferenciais invejável, não concorda? Para deixá-lo ainda mais por dentro do assunto, desenvolvemos uma newsletter para comunicar com nossos clientes, parceiros e interessados. Encaixa-se em alguma dessas categorias? Então se inscreva agora mesmo!



No comments yet. Be the first.

Asset Publisher Asset Publisher

Web Content Display Web Content Display