Web Content Display Web Content Display

Tendencias

Asset Publisher Asset Publisher

Asset Publisher Asset Publisher

Back

Entenda agora os impactos da transformação digital das empresas

Entenda agora os impactos da transformação digital das empresas

A transformação digital já é uma realidade consolidada no mercado corporativo. Hoje, em um cenário cada vez mais conectado e movido a dados, é fundamental que os negócios usem a tecnologia da forma certa, a fim de alcançarem melhores resultados e conseguirem competir em pé de igualdade. Empresas dos mais diversos segmentos e tamanhos precisam lidar com o fato de que apenas adotar novas soluções tecnológicas não é o suficiente. É preciso enxergar essas tecnologias como oportunidades para competir de forma mais eficiente e otimizada, usando as ferramentas disponíveis como meios para satisfazer as estratégias do negócio. O detalhe é que essa mudança não é das mais simples, sem falar que muitas pessoas ainda acreditam que a transformação digital não é assim tão importante. Pois pode observar: organizações com esse tipo de pensamento têm perdido cada vez mais espaço para as novas empresas, que, já nascendo de forma digital, aproveitam todos os benefícios desse novo conceito de gestão. Foi pensando em tudo isso que resolvemos criar este post. Acompanhe os próximos tópicos para conhecer mais a fundo essa tal transformação digital das empresas, entendendo inclusive seus impactos nos resultados dos negócios. Vamos lá?

Afinal de contas, o que é transformação digital?

A transformação digital pode ser entendida com o ato de usar soluções tecnológicas para se posicionar como um negócio digital, enxergando a tecnologia como o principal elemento gerador de vantagem competitiva, valor e receita para o negócio. Assim, transformar o negócio digitalmente não é apenas adotar novas soluções de TI, mas saber como identificar oportunidades tecnológicas no mercado que, se usadas pela empresa, otimizarão seus resultados, garantindo maior competitividade. Na prática, a transformação digital é um processo que muda a mentalidade da gestão, do corpo de funcionários, de seus processos e objetivos. Todas as mudanças colocam a tecnologia como elemento central do negócio, mesmo que ele não seja um fornecedor de soluções de TI. Por fim, é preciso ressaltar que, apesar de complexo e de exigir investimentos por parte da empresa, esse não é um processo exclusivo das grandes organizações. É isso mesmo! Para se manterem vivas, absolutamente todas as companhias devem se preocupar com a transformação digital, até mesmo as pequenas.

Que benefícios essa transformação traz para as empresas?

Passar por esse processo traz diversos benefícios para as empresas. Listamos aqui os principais para mostrar a importância de realizar essa revolução no seu negócio. Confira!

Otimização de processos

Por meio do uso de tecnologias que facilitam e automatizam tarefas, a transformação digital proporciona a otimização dos processos empresariais. Dessa forma, o time não precisa se preocupar com ações repetitivas, meramente burocráticas e frustrantes, que consomem seu tempo e abalam sua produtividade. Nesse cenário, muitos dos processos manuais da equipe podem ser automatizados, como o envio de e-mails, a atualização de cadastros de clientes, a conferência de dados, os cálculos de valores e até mesmo grande parte do atendimento prestado aos clientes. São diversas as soluções capazes de desenvolver essas tarefas de forma eficiente, praticamente sem contato humano, em todas as frentes de um negócio.

Aumento de produtividade

Ao automatizar os processos e passar a adotar tecnologias de forma estratégica, a empresa garante mais produtividade para funcionários. Isso acontece porque os profissionais não precisam mais se preocupar com as tarefas que foram automatizadas, podendo se dedicar a questões mais importantes para o negócio, pontos realmente estratégicos. E pode acreditar: pequenas mudanças já são capazes de criar um cenário bastante positivo dentro de uma organização, seja a adoção de uma solução de mensagens instantâneas dentro da rede da empresa ou de um sistema de calendários para a gestão de salas, reuniões e processos. Softwares com tecnologias e modelos mais complexos resultam em benefícios ainda maiores. É o caso de um ERP (Enterprise Resource Planning), que permite a integração das análises de gestão de todas as áreas da empresa, fornecendo relatórios ao mesmo tempo completo e didáticos para proporcionar uma visão holística dos processos da organização. Ainda aqui, vale ressaltar que, independentemente das mudanças realizadas, é preciso que os profissionais tenham tempo para procurar por soluções mais eficientes para o desempenho de suas tarefas, adotando tecnologias que facilitem esse processo.

Ganho de performance

Organizações que se engajam na transformação digital passam a usar as tecnologias mais eficientes do mercado. Não restam dúvidas, portanto, que sua performance e sua capacidade de entrega se tornam muito maiores que as de seus concorrentes, ainda parados no tempo. Além disso, com a visão de que a tecnologia é aliada da gestão, os times se tornam mais flexíveis e abertos a mudanças para melhorar seus processos, facilitando assim eventuais momentos de transição que, normalmente, costumam comprometer a performance do negócio.

Satisfação do consumidor

Os benefícios da transformação digital das empresas não se resumem apenas a ganhos dentro da organização. Na verdade, eles também se refletem no público-alvo do negócio, aumentando sua satisfação em relação a ele. A empresa pode usar as tecnologias e os sistemas disponíveis para melhorar a entrega de produtos ou até mesmo seu conceito. Negócios voltados para o universo da arquitetura e construção, por exemplo, já oferecem modelos de casas com janelas que se fecham automaticamente ao detectar chuva e iluminação que acende sozinha, ao identificar a presença de pessoas no ambiente. Claro que nem todos os produtos podem ser modificados, mas é possível melhorar fatores auxiliares na experiência do cliente, como seu atendimento, os canais de venda, a forma de entrega e o processo pós-venda. Os e-commerces são bons exemplos, com muitas organizações já usando o meio online para ofertar seus produtos e garantir que os clientes tenham mais essa opção de canal para comprar.

Redução de custos

Quando usada da forma certa, a tecnologia permite que a empresa reduza custos e elimine desperdícios para não comprometer seus resultados financeiros. Nesse contexto, é possível diminuir significativamente gastos com erros manuais, investimentos incorretos e até profissionais. Como a automação aumenta a capacidade produtiva da empresa, acaba dispensando a contratação de mais pessoas para a execução de tarefas manuais. Um exemplo disso é a adoção de um software de atendimento via chatbots, que funcionam durante 24 horas todos os dias da semana, substituindo colaboradores de atendimento que custam muito mais para o caixa do negócio. Outro ganho relevante diz respeito à eliminação dos erros manuais causados por profissionais descuidados, desatentos ou despreparados. No atendimento mesmo, muitas empresas enfrentam problemas por respostas erradas dos colaboradores que prejudicam sua imagem perante os clientes. Em alguns casos, essas situações podem até se tornar processos legais, gerando prejuízos financeiros. No fim das contas, com o mindset e o preparo certos, os funcionários deixam de investir em soluções que não fazem sentido para a organização e não agregam valor para o negócio. E a própria tecnologia pode ajudar nesse sentido, seja com o uso de sistemas com machine learning, que fazem previsões e montam cenários diferentes para cada decisão da empresa. O investimento em tecnologia e em novas soluções traz eficiência, aumentando o retorno para o negócio.

Ganho de vantagem competitiva

Por fim, todos esses benefícios que citamos até aqui resultam no melhor e mais importante deles: o ganho de vantagem competitiva para o negócio. A transformação digital permite que a gestão adote e use a tecnologia como ponto central de sua estratégia, melhorando seus processos, criando produtos mais eficientes e entregando mais valor aos clientes, o que garante sua boa posição diante dos concorrentes. A tecnologia passa a ser usada para melhorar processos internos e também para auxiliar na tomada de decisões, otimizando todas as frentes do negócio. Dessa forma, todo o modelo de gestão é afetado de maneira positiva, ganhando força para lidar com os desafios do mercado.

O que a transformação digital demanda das empresas?

Para aproveitar todos esses benefícios, é preciso passar por um processo complexo, que muda a forma como a empresa realiza suas tarefas e define suas estratégias. Para isso, é necessário disponibilizar investimentos. Estamos falando aqui tanto de dinheiro como também de tempo. Para a organização ser considerada digital, os funcionários também devem ser impactados. É preciso que a forma como eles trabalham se modernize. Eles também devem ser capacitados e preparados para aceitar as mudanças e se adaptar a elas com mais facilidade. As decisões sobre novas tecnologias devem ser feitas com o intuito de otimizar os processos da organização, melhorando seus resultados. A TI deve ser considerada uma área estratégica. Uma empresa digital compreende que esse processo de transformação é constante. Por isso, conta com um time e um modelo de gestão flexíveis, capazes de se adaptar às mudanças e tendências do mercado, aproveitando cada oportunidade tecnológica para melhorar seu desempenho e ganhar competitividade.

Quais são os principais desafios enfrentados no processo?

A transformação digital das empresas certamente não é um processo simples. Antes de mais nada, ele pode ser considerado uma mudança de mindset da gestão. Por isso, é comum que surjam desafios ao introduzir essa novidade na empresa. Confira os principais a partir de agora e aprenda a lidar com eles!

Relutância dos profissionais

O principal problema a ser encarado nesse processo costuma ser a relutância dos profissionais em mudar sua forma de pensar, passando a acreditar que a tecnologia pode mesmo melhorar o mercado. Acredite se quiser: muitas pessoas enxergam as soluções tecnológicas como verdadeiras inimigas, uma vez que têm potencial para substituir funções. Mas será que representam mesmo um risco? Para lidar com esse problema, é preciso mostrar que o uso dessas soluções permite, na verdade, que os profissionais se desenvolvam cada vez mais, passando a contribuir de forma mais estratégica para a organização. Isso pode ser feito por meio de treinamentos e capacitações.

Falta de planejamento

Outro ponto que pode impedir o êxito da transformação digital é a falta de planejamento em sua implementação. Sem organização, processos e atos necessários para o sucesso dessa jornada não têm como ser feitos com eficiência. Nesse sentido, um problema comum é, com a adoção de novas tecnologias, esquecer da segurança de dados e da construção de uma infraestrutura que suporte seu uso. Por essas e outras, é essencial contar com um bom planejamento para realizar as mudanças sem erro. Uma ótima pedida é unir as áreas de gestão e TI para definir os passos necessários para passar por esse processo sem sustos. Isso garante que todas as movimentações serão feitas com o mesmo propósito e as estratégias estarão alinhadas.

Ausência de iniciativa

Em muitos casos de tentativa de implementação da transformação digital sem o devido planejamento, é comum que falte iniciativa por parte da gestão. O problema aí pode estar no fato de as mudanças e adaptações serem vistas como ações secundárias, sem tanta importância, acabando deixadas de lado. Mais uma vez, entra a necessidade de mudança do mindset antes de qualquer outro passo.

Comprovação de retorno

Mesmo com um bom planejamento, muitas organizações ficam paradas em sua transformação pela falta de profissionais com conhecimento técnico suficiente para realizar os processos necessários em prol dessa mudança tão importante. Uma forma de resolver esse problema é capacitando os profissionais internamente ou buscando novos colaboradores que já cheguem com essas qualificações. Outra boa pedida pode ser contratar uma empresa especializada em transformação, deixando que ela toque o andamento do processo.

Dificuldades técnicas

Na prática, mesmo os gestores que enxergam o potencial da transformação digital das empresas podem encontrar dificuldades para provar o valor desse investimento. Isso acontece porque muitas das mudanças são de longo prazo e os resultados, indiretos. Afinal, como apresentar o ROI do processo? A melhor maneira de superar essa dificuldade é mostrando dados do mercado e dando exemplos reais que indicam a necessidade de adoção de mudanças. Em casos em que a concorrência já começou seu processo de transformação, essa apresentação se torna ainda mais simples.

Quais são as etapas da transformação digital?

O processo da transformação digital das organizações envolve 3 etapas principais, sendo elas: o planejamento estratégico, a preparação da infraestrutura e a mudança no mindset da organização. Entenda melhor cada um desses passos!

Planejamento estratégico

O primeiro passo para realizar a transformação digital de uma empresa é ter um bom planejamento estratégico. O ideal é definir objetivos claros para essa mudança, seja ganho de produtividade, integração dos processos de decisão, aumento da satisfação dos consumidores ou qualquer outro que faça sentido para a organização. Definindo essas metas, fica bem mais fácil pensar nos passos necessários para alcançar cada uma delas. Tais ações incluem o treinamento dos funcionários, a adoção de tecnologias e sistemas, além de alterações em processos. Com isso, cria-se um novo cenário para a empresa. Com objetivos definidos, é preciso estabelecer prioridades, definindo uma ordem para as mudanças. Para isso, é preciso ter um orçamento em mente e também levantar possíveis questões técnicas envolvendo os times, principalmente o de TI. Pense sobre quais alterações podem ser feitas em conjunto e quais ações facilitarão o processo.

Mudança de infraestrutura

Com o planejamento já definido, chega a hora de colocar as mudanças em prática, alterando a infraestrutura de TI da organização. Esse é o momento de contratar softwares e escolher sistemas, fazendo a transição entre o modelo antigo de operação para o novo, mais moderno e eficiente. É preciso ter em mente que a transição é um momento muito vulnerável para a organização, pois tira os profissionais da sua zona de conforto, demandando que passem a lidar com novas formas de execução para suas tarefas. Eles precisam se capacitar novamente. Nas empresas em que a equipe de TI não é muito grande e especializada, é comum contratar consultorias e parceiros para que o processo seja feito com mais eficiência. Essas empresas também ajudam no primeiro passo, definindo as mudanças necessárias para alcançar os objetivos da organização com a transformação digital. Independentemente do modelo escolhido, é importante ter pessoas responsáveis pelo monitoramento de todo o processo de implementação das novas tecnologias, assegurando assim que o novo cenário está de acordo com o que foi planejado.

Alteração no mindset

Por fim, é preciso preparar os funcionários para lidar com esse novo cenário interno da organização. Como falamos, a transformação digital das empresas não é apenas uma mudança de infraestrutura, mas também de mindset da gestão. Para isso, é interessante ser aberto e comunicar a importância das mudanças para o negócio, explicando como elas impactarão em seus trabalhos e nos resultados gerais, mostrando sua relevância. Nesse momento, o processo deve acontecer de cima para baixo, demonstrando liderança perante as mudanças. Além disso, é indicado usar treinamentos e capacitações a fim de garantir que os profissionais que precisam lidar com os novos processos estarão preparados para usar adequadamente as ferramentas de gestão recém-adotadas, aproveitando ao máximo seus benefícios. Esse processo é fundamental para a segurança dos dados da organização. Sabia que muitas empresas investem na digitalização e no uso de sistemas conectados, mas não prepara seus funcionários? Com isso, acaba permitindo que eles cometam deslizes capazes de comprometer a segurança dos próprios sistemas. Para que tudo aconteça da melhor maneira possível, é preciso envolver o time de RH, juntamente com o de TI, colocando ambas as áreas como estratégicas para o negócio. O RH será responsável por cuidar do ambiente interno, garantindo que as mudanças não criem um clima ruim para a produtividade e o desempenho dos funcionários. A equipe de TI se encarregará do técnico.

Qual os impactos da transformação digital na educação corporativa?

A transformação digital impacta todos os segmentos e tipos de empresa, inclusive a educação corporativa ou educação digital. Além dos benefícios já apresentados, negócios que passam por esse processo de transformação conquistam ainda mais vantagens. Confira!

Inovação constante

Ao mudar a estrutura, a gestão e o mindset da organização, as empresas que oferecem educação corporativa digital passam a ter acesso a inovações constantes de seus modelos, possibilitando assim que os serviços entregues sejam cada vez melhores e mais eficientes. A tecnologia permite criar melhores plataformas de ensino, aumentar a eficiência do conteúdo e melhorar a interação entre os usuários. Dessa forma, em vez de oferecer apenas modelos simples de educação, é possível ampliar as opções, trabalhando das mais diversas formas para alcançar os resultados esperados.

Criação de diferencial competitivo

Com novos modelos de entrega, as empresas conseguem também novos diferenciais para competir no mercado. Diferentemente de seus concorrentes, essas organizações podem oferecer personalização e modernidade para seus clientes, fazendo com que suas soluções se tornem mais interessantes. Empresas com plataformas de educação corporativa podem, por exemplo, adotar soluções de machine learning e inteligência artificial para oferecer coleta e análise de dados mais avançados sobre o desempenho dos usuários, mostrando sua evolução. Alguma dúvida de que isso valoriza tanto a plataforma como a empresa?

Melhora significativa dos resultados

Com soluções mais eficientes e diferenciadas, a tendência é que essas empresas identifiquem uma melhora significativa em seus resultados financeiros e até de imagem da marca, sendo reconhecidas pelo bom trabalho oferecido. A transformação digital também ajuda de forma interna, otimizando as práticas dos funcionários e melhorando seus resultados de produtividade e eficiência. Isso indica que o ganho é dobrado, reduzindo os custos do negócio e aumentando suas receitas.

Uso de tecnologia de ponta

A mudança no mindset da gestão e dos funcionários garante que as mais recentes tecnologias, que representam oportunidades reais para o negócio, serão mais facilmente identificadas e rapidamente adotadas para aumentar ainda mais os resultados conquistados. Dessa forma, uma vez feita a transformação digital, esses negócios garantem seu crescimento e preparo para lidar com os diferentes cenários que podem surgir, bem como com as mudanças do mercado no futuro, reduzindo os riscos de falha.

Quando começar a transformação digital do negócio?

Depois de todas essas informações, seria estranho encontrar alguém que não fique preocupado em estar em um negócio que ainda não reconhece a importância da transformação digital, não concorda? O que ainda está esperando para começar a transição para esse modelo? As novas empresas já surgem com esse conceito em sua formação, sendo bem mais simples para elas lidar com mudanças e aproveitar as novidades tecnológicas do mercado. Dessa forma, geram mais vantagem competitiva para o negócio. Já empresas tradicionais ou com mais tempo de mercado precisam se adaptar para não ficar para trás nessa corrida! Até mesmo as grandes organizações, com presença global, devem se atualizar. Para isso, o primeiro passo é reconhecer que a transformação digital das empresas é um processo complexo, que demanda investimento e mudança de pensamento muito mais que a simples adoção de novas tecnologias. Assim, todos os membros da organização conseguirão ver essas soluções como oportunidades para fazer o negócio crescer, otimizando seus resultados e garantindo um bom desempenho. Além disso, é preciso contar com um bom planejamento para que toda a transição seja feita da forma adequada. As mudanças na infraestrutura devem ser realizadas com o apoio de profissionais capacitados de TI, sendo os demais membros da organização devidamente capacitados para saberem lidar com o novo cenário. Por fim, não se esqueça de que esse é um processo contínuo. As organizações digitais estão preparadas para adotar com frequência novas tecnologias e se adaptar aos cenários do mercado, usando essas soluções como vantagem competitiva. E aí, gostou de saber como funciona a transformação digital das empresas e a importância de realizar esse processo? Acha que este conteúdo pode ser útil para outras pessoas? Então que tal compartilhá-lo em suas redes sociais?


Web Content Display Web Content Display