Web Content Display Web Content Display

Tendencias

Asset Publisher Asset Publisher

Back

Como modernizar seu treinamento em PowerPoint?

Como modernizar seu treinamento em PowerPoint?

Uma das formas mais tradicionais de preparar os colaboradores de uma empresa é por meio de um treinamento em PowerPoint. Essa ferramenta apresenta diversos benefícios: é versátil, fácil de usar, de baixo custo e altamente eficaz. 

No entanto, para que o treinamento seja realmente eficiente, é preciso que a apresentação seja muito bem planejada, com conteúdo organizado e interessante para os participantes. Caso contrário, é muito fácil perder a atenção da audiência e obter resultados limitados de aprendizado.

Pensando nisso, colocamos abaixo algumas formas de modernizar e melhorar um treinamento em PowerPoint, garantindo bons retornos com essa prática. Acompanhe!

Comece com um bom planejamento

Antes de mais nada, é importante lembrar que todo treinamento deve começar com um bom planejamento para ter maior eficiência. Dessa forma, ele precisa conter itens, como:

Objetivos de aprendizagem: o que se quer ensinar?

 • Perfil dos participantes: quem são as pessoas que vão participar do treinamento?

 • Qual o período de duração do treinamento?

 • Qual o orçamento para essa ação?

 • Indicadores de resultado: como serão medidos os resultados?

 • Roteiro de apresentação: qual a ordem do conteúdo?

Essas informações ajudam a construir um treinamento completo sobre o tema ensinado, usando uma apresentação coerente com o público abordado, seus objetivos, tempo e orçamento para aplicação. 

Uma dica para aumentar a eficiência do treinamento em PowerPoint é criar um storytelling, ou história contada, isto é, construir uma linha de raciocínio que prende a atenção dos participantes durante todo o tempo de capacitação.

Cuide do design da apresentação

Um dos principais cuidados com uma apresentação em PowerPoint é seu design. Isso porque, quando ele não é bem-feito, aumentam as chances de perder a atenção dos participantes, criar distrações e passar uma imagem de falta de profissionalismo.

No entanto, quando feito com qualidade, o layout da apresentação ajuda a reforçar pontos importantes do conteúdo, auxilia a explicar o que está sendo apresentado e engaja a participação dos usuários, aumentando a eficiência do treinamento.

Uma boa apresentação contém os seguintes elementos:

 • padronização: fontes, tamanho de fonte, cores, tipos de imagens e outras multimídias;

 • fonte de qualidade: bom tamanho para leitura à distância e formato legível;

 • layout: limpo e organizado, sem muitos elementos para não causar distrações;

 • cores: evitar opção muito claras ou escuras, que dificultam a leitura ou cansam a visão do participante;

 • imagens e vídeos: com alta qualidade, aparência profissional e audíveis.

Lembre-se de que menos texto é mais

Uma das mais frequentes recomendações para melhorar a qualidade de um PowerPoint é o cuidado com a quantidade de texto em cada slide da apresentação. O excesso de texto é cansativo, as pessoas não gostam de ler tudo e não prestam atenção ao que está sendo dito enquanto tentam fazer a leitura. 

O ideal é que o conteúdo do slide seja curto, objetivo e usado para reforçar ou complementar o que o apresentador está falando. A informação contida ali deve representar algo que o usuário precisa reter. Portanto, quanto mais direto e de fácil assimilação, melhor. 

 

Uma das formas mais tradicionais de preparar os colaboradores de uma empresa é por meio de um treinamento em PowerPoint.

Construa módulos de conteúdo

Outra característica que ajuda a criar um treinamento de qualidade em PowerPoint é a construção de módulos de conteúdo, ou seja, quebrando todo o tema em pequenos blocos de aprendizado. Isso facilita a assimilação dos participantes e evita que fiquem cansados.

Para inserir diferentes módulos dentro do treinamento é importante adicionar momentos de transição entre eles, garantindo que os participantes entendam que assuntos diferentes estão sendo tratados e mostrando como eles se relacionam. 

Esses momentos podem ser pausas para descanso, inserção de atividades de discussão, avaliação ou uma mistura de todas as opções. Além disso, para conteúdos longos é indicado retomar os principais pontos aprendidos ao final de cada módulo.

Adote vídeos no treinamento em PowerPoint

Você sabia que o consumo de conteúdo em vídeo no Brasil é de mais de 15 horas por semana? Além disso, um estudo do Instituto Provokers também indica que essa atividade cresceu 30% entre 2014 e 2016.

Por esse motivo, treinamentos em vídeos são considerados um dos melhores formatos para manter a atenção dos participantes e ensinar conteúdos relevantes. Esse modelo pode ser usado de forma individual ou ser incluído dentro de uma apresentação em PowerPoint para aumentar sua eficiência.

Além disso, os vídeos podem apresentar exemplos práticos de um assunto e facilitar o entendimento de fluxos e conteúdos mais complexos, uma vez que apresentam estímulos visuais e auditivos que aumentam a compreensão das pessoas.

Construa apresentações responsivas

Uma prática que aumenta a eficiência de um treinamento em PowerPoint é a criação de um material responsivo, ou seja, que possa ser usado em outros dispositivos além do projetor ou computador, como os móveis — tablets e smartphones.

A prática permite que os participantes consultem o material sempre que precisarem, sem se restringir à necessidade de estar em seu local de trabalho. Nesse sentido, um vendedor que trabalha visitando clientes, por exemplo, poderia revisar uma técnica específica de negociação que aprendeu em um evento de capacitação, aumentando o aproveitamento do conteúdo. 

Ademais, o material pode fazer parte de uma estratégia de microlearning, tendência no ensino corporativo. Nela, o conteúdo é dividido em pequenos módulos, que o participante pode consumir e aprender por apenas alguns minutos do seu dia — apesar do formato tradicional desse tipo de treinamento ser em vídeos, o PowerPointtambém se adapta bem a ela.

Integre seu treinamento a outros formatos de ensino

Apesar de treinamentos em PowerPoint serem muito funcionais e eficientes, existem outros formatos de ensino corporativo que podem ser adotados pela empresa, com o objetivo de otimizar seus resultados. Alguns deles, são:

 • plataformas de ensino à distância (EAD);

 • cursos MOOC (Massive Online Open Course); 

 • mobile learning;

 • realidade virtual (VR) e aumentada (AR);

 • edutainment;

 • gamificação;

 • chatbots;

Além de serem considerados tendências no mercado educativo, esses modelos — mais digitais e tecnológicos — trazem benefícios adicionais ao projeto de educação corporativa da empresa. Em muitos casos, o PowerPoint pode ser usado com suporte desses modelos de ensino, ajudando na apresentação de conceitos, processos e orientações aos participantes.

Transforme seu PowerPoint em e-learning

Uma forma de modernizar e otimizar os resultados de seu treinamento em PowerPoint é incluí-lo numa solução e-learning, ou seja, uma ferramenta ou ambiente digital para disponibilizar esse conteúdo aos colaboradores que desejam se capacitar de forma remota.

Essa prática torna o processo de aprendizado mais dinâmico e desperta maior interesse nos participantes. Isso porque soluções digitais permitem que eles consumam o conteúdo de acordo com suas especificidades e agenda, sem necessidade de deslocamento. Além disso, podem voltar ao conteúdo e acessar o material de apoio, que pode ser disponibilizado junto com a gravação do treinamento. ​

Vimos que o treinamento em PowerPoint é um modelo interessante para as empresas, mas, para ser eficiente, precisa ser modernizado e bem construído. Para isso, é fundamental fazer um bom planejamento, tomar cuidado com o design e com a quantidade de texto nos slides, bem como procurar novos modelos de apresentação de conteúdo, como vídeos, e, se possível, adotar a educação digital para seu negócio.

Gostou de saber como modernizar seu treinamento em PowerPoint? Quer receber mais conteúdos como esse? Então siga nosso perfil no LinkedIn. 

 

  • treinamento em power point


No comments yet. Be the first.