Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web

Tendências

Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Voltar

Gestão educacional: por que este assunto tem preocupado cada vez mais empresas?

Gestão educacional: por que este assunto tem preocupado cada vez mais empresas?

Toda empresa é um organismo vivo — e é por isso que quando colaboradores entram e saem, muitos conhecimentos podem se perder. No contexto atual, inovar e empreender são ações de extrema importância para que qualquer corporação se mantenha competitiva e evoluindo no mercado. É nesse âmbito que entra a questão da gestão educacional.

Independentemente do porte da empresa, oferecer alta remuneração não é mais suficiente para que os colaboradores sintam-se valorizados e optem por continuar na equipe. Mesmo com bons salários, questões como falta de engajamento, índices elevados de turnover e queda na produtividade são constantes preocupações de gestores.

Mas, afinal, como tornar sua empresa mais competitiva? A resposta está na gestão educacional corporativa, uma necessidade para que seu negócio progrida. Porém, para que ela seja eficiente, é preciso lidar com novas metodologias de ensino e inovações tecnológicas, além de repensar algumas rotinas.

Neste texto, vamos esclarecer todas as questões relacionadas à gestão educacional e como sua empresa pode tirar proveito dela para se inserir de forma natural na Revolução 4.0, em que a tecnologia é imprescindível para seguir crescendo. Acompanhe!

O que é gestão corporativa educacional?

Esse tipo de gestão pode ser encarada como um conjunto de práticas e ações que estão voltadas à educação. Ou seja, estamos falando sobre os investimentos que devem ser feitos para treinar a equipe interna e desenvolver as habilidades de cada colaborador. 

Mas não para por aí. A educação corporativa não se restringe a ensinar novas habilidades aos profissionais ou aperfeiçoar o trabalho que realizam. Uma das vantagens é dar mais estímulo a eles, por exemplo, ao informar claramente as diretrizes e metas da empresa. Isso manterá todos alinhados, sejam líderes ou colaboradores.

Ter esse conhecimento aumenta a sensação de pertencimento nos profissionais. Além disso, eles sentem liberdade para contribuir com inovações e aperfeiçoar processos, gerando mais lucro, menos retrabalho e até mais autoconfiança em cada um.

A gestão educacional em uma organização deve ser um processo cíclico, uma vez que sempre há novos colaboradores chegando e tecnologias surgem a todo momento. Sabendo do conceito, é o momento de começar a colocá-lo em prática.

A implementação da gestão corporativa educacional

A partir do momento em que a gestão é estruturada, a implementação já pode ser iniciada. Tal prática deve acontecer por meio de área de Treinamento e Desenvolvimento (T&D), considerando que:

• treinamento é responsável por impulsionar a eficiência dos colaboradores, elevar a qualidade dos serviços, aumentar a produtividade, diminuir índices de retrabalho, entre outros;

• desenvolvimento diz respeito ao aprimoramento dos profissionais, garantindo, inclusive, novas competências a eles. Uma das formas de essa evolução acontecer é por meio de diversos treinamentos que impulsionam os colaboradores.

Qual a importância dela para o desenvolvimento interno?

Toda empresa tem suas metas de crescimento e precisa de diferenciais competitivos. De nada adianta você investir em tecnologias e ter softwares modernos se não conta com uma equipe qualificada para tirar o melhor proveito deles.

Por essa razão, a qualificação dos colaboradores é necessária. Uma empresa só cresce e evolui quando seus funcionários estão em sintonia e envolvem as tecnologias em seu processo produtivo.

A Telefônica ED sabe que o cenário corporativo atual pede inovações. Por isso, oferece as opções mais atuais para que sua companhia tenha a melhor gestão educacional. Gamificationmobile learning e edutainment são algumas dessas alternativas.

Assim, a gestão é importante para que exista um processo de curadoria do conhecimento, determinando o que precisa ser ensinado e a melhor forma de o fazer. Quando se realiza uma gestão eficiente, há mais certeza para o desenvolvimento de projetos, que tornam-se mais alinhados com as expectativas da empresa.

Por que a gestão educacional tem preocupado as empresas?

Com as tecnologias se renovando a cada momento, a equipe de T&D precisa ficar atenta aos novos panoramas. É preciso ter a certeza de que o projeto de educação corporativa está apto para acompanhar essas mudanças e preparar os colaboradores para as novidades do mercado.

Muitas vezes, recém-formados chegam despreparados ao mercado e sem o know-how necessário para se integrar às rotinas de uma corporação. É no T&D que essas lacunas podem ser percebidas e trabalhadas.

Além disso, profissionais com muitos anos no mercado nem sempre têm tempo de aprender novas tecnologias, pois a rotina nos processos pode impedi-los de ir além no conhecimento. Assim, treiná-los e desenvolvê-los também é uma demanda a ser sanada pelo time de T&D.

geração Z, dos nascidos entre 1990 e 2010, é outra preocupação dos gestores. São profissionais mais difíceis de criar vínculos e reter na companhia, pois, muitas vezes, optam por abrir seu próprio negócio ou ficam ligados apenas a projetos da empresa. 

Nesse cenário, é preciso identificar suas necessidades e torná-los mais engajados para que a retenção seja possível. Novos aprendizados, cultura de transparência e flexibilidade nos processos podem ser bons caminhos para isso — inclusive já traçados na gestão educacional.

Como fazer uma gestão educacional corporativa eficiente?

Quando o time de T&D da sua empresa está focado em desenvolver a comunicação, as habilidades de liderança e motivação, todos os fatores acima se tornam mais simples de serem alcançados.

Mas é fato que uma equipe especializada em treinar e desenvolver pessoas não surge do nada em uma empresa. Para que isso aconteça, é preciso que os gestores reconheçam a importância de focar no desenvolvimento de seus talentos.

Uma vez que a gestão educacional já faz parte da cultura da companhia (ou é certo que fará), há a demanda de recorrer ao mercado educacional corporativo e reconhecer os modelos disponíveis para a construção de um projeto de educação que condizente com as necessidades de sua corporação. 

O primeiro passo é levantar todas as demandas da empresa para que o plano educacional seja feito. Nesse cenário, é preciso levar alguns itens em consideração:

• objetivos de desenvolvimento;

tipos de treinamento e eventos de capacitação;

• modelos de avaliação de resultados;

• orçamento e recursos;

• calendário disponível para execução.

É importante entender quem é seu público, fazer um diagnóstico e mapear as necessidades de todos e as tendências de mercado. A educação corporativa, por exemplo, deve ser motivacional: se os profissionais são jovens, buscar novas tecnologias de aprendizado pode fazer com que fiquem mais interessados e motivados.

A partir do momento em que a educação corporativa for implementada, lembre-se de quem o aprendizado deve ser constante e revisitado sempre. Assim, é possível garantir que as estratégias seguem as tendências consolidadas no mercado e são compreendidas pelos profissionais da empresa.

Como uma empresa especializada pode ajudar nessa gestão?

Estabelecer uma gestão educacional eficiente não é uma das tarefas mais fáceis, principalmente devido à evolução das tecnologias e o surgimento de novos conceitos. Nesse sentido, estabelecer parcerias com empresas especializadas é o melhor caminho.

A Telefônica ED é especializada na gestão educacional e realiza um serviço diferenciado. Afinal, forma times capacitados, que facilitam a transmissão do know-how às empresas com menos experiência quando se trata de formação de talentos.

Outro ponto favorável é que a Telefônica ED está sempre conectada às inovações e no que há de mais interessante no mercado de gestão educacional. Assim, consegue oferecer às empresas parceiras uma consultoria eficiente para entender:

• qual a melhor estratégia;

• as metodologias condizentes;

• como implementar as ações;

• produzir o material educativo mais eficiente. 

O que é preciso para acertar nessa escolha?

No caso da Telefônica ED, algumas características do serviço atestam a qualidade, por exemplo:

• o desenvolvimento de conteúdo e processos de aprendizagem é focado em atender às necessidades do negócio dos clientes parceiros;

• o treinamento é feito com metodologias atraentes, porque a Telefônica ED tem uma cultura digitalizada em todo processo educacional;

• todos são envolvidos no projeto educacional, com propostas baseadas no movimento do mercado. Por isso, conte com soluções ousadas e não mais do mesmo;

• as soluções são focadas nos clientes. Caso seja um público que esteja um degrau abaixo na digitalização, a Telefônica ED também tem soluções adequadas a esse pessoal. O foco é garantir conhecimento em todos os níveis.

Como foi possível perceber, a gestão educacional corporativa é uma preocupação de qualquer empresa para desenvolver seus colaboradores e manter um diferencial competitivo. Assim, apostar em uma parceria especializada é o melhor caminho para que seu projeto de gestão seja um sucesso.

Se você está em busca de uma empresa especialista no assunto para começar seu projeto, entre em contato com a Telefônica ED

  • gestão educacional


Sem comentários ainda. Seja o primeiro.

Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web