Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web

Tendências

Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Voltar

Saiba como um bom treinamento corporativo deve funcionar

Saiba como um bom treinamento corporativo deve funcionar

Resultado da transformação digital, a indústria 4.0 traz diversas tendências que as empresas precisam adotar para se manter competitivas no mercado. Entre elas está a necessidade de desenvolver os funcionários, criando um ambiente mais produtivo no negócio. E a melhor forma de lidar com isso é por meio dos treinamentos corporativos.

Desde já, vale destacar que o processo de treinamento deve atender às necessidades dos funcionários, sendo dinâmico e adaptável, trazendo conteúdo apropriado e, preferencialmente, estando de acordo com o universo digital. Também é importante que o time responsável por ele tenha conhecimento e habilidade para criar iniciativas que maximizem o aprendizado e minimizem os custos, gerando o melhor retorno possível para a organização.

Além do mais, a principal tendência em treinamentos é o aprendizado contínuo, com capacitações e ensinamentos sendo repassados de forma constante, ao longo do ciclo de trabalho de cada funcionário. Esse modelo resulta em profissionais mais preparados e, claro, em melhores resultados para as organizações. Mas atenção: além do time de especialistas, é preciso contar com a tecnologia para viabilizar tudo isso, ok?

Pensando em tudo isso, resolvemos reunir aqui os principais elementos necessários para a criação de um treinamento corporativo eficiente, capaz de garantir os melhores resultados para seu negócio. Acompanhe até o final para entender!

Objetivos claros

O primeiro item que não pode faltar em um treinamento corporativo é a definição de objetivos. É preciso pensar sobre o que se espera alcançar com esse investimento. Será ensinar como um processo é feito ou talvez apresentar a cultura da empresa, por exemplo?

Com o novo papel do RH, que se torna cada vez mais estratégico para contribuir com as metas da organização, os objetivos dessa área devem se adaptar às necessidades da organização. O conteúdo de todo treinamento deve ser alinhado a esses objetivos, garantindo a reversão do investimento em benefícios para a empresa. Dessa forma, nenhum processo acontece sem necessidade, apenas representando custos.

A melhor forma de fazer isso é alinhando os objetivos de RH aos da organização. Pode-se criar um projeto de educação corporativa, planejando todos os treinamentos e as capacitações de que os funcionários precisam. Uma dica é fazer um Levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT), identificando as carências de desenvolvimento dos funcionários e times, bem como as melhores práticas de ensino para cada um deles.

Cronograma definido

Com os objetivos e um planejamento definidos, é importante desenvolver um cronograma de execução. Esse documento deve conter as datas de cada atividade a ser realizada pela equipe, bem como prazos e dias exatos de execução dos treinamentos, medição de desempenho e produção de relatórios.

Um cronograma e um meio de divulgação para os funcionários também são indicados. Presencial ou não, todo treinamento deve ser comunicado de forma antecipada para os possíveis interessados, permitindo assim que tenham tempo para adequar suas rotinas e tirar o melhor proveito possível dessa oportunidade.

Orçamento estabelecido

Fazer uma estimativa incorreta do orçamento necessário é um dos principais (e mais graves) erros cometidos em treinamentos corporativos. Afinal, isso pode comprometer a qualidade do evento e o aprendizado dos participantes. É fundamental, assim, garantir que o valor necessário será devidamente disponibilizado para a área de execução.

Métodos diversificados

Outro erro bastante comum nesse contexto é achar que todos os funcionários aprendem da mesma forma, usando assim um único formato de ensino em todos os treinamentos corporativos. No entanto, a realidade é que cada pessoa tem preferências diferentes em termos de formatos, processos e métodos de ensino.

Enquanto alguns funcionários absorvem melhor o conteúdo quando passado por um palestrante, outros preferem aprender de forma autônoma, usando uma plataforma digital. Um LNT bem construído é capaz de levantar essas informações, permitindo a otimização do processo de ensino.

São diversos os tipos de treinamentos que podem ser usados pelas empresas. Mas já podemos adiantar que os mais adotados, normalmente tendências no mercado, costumam envolver a tecnologia e um ambiente digital para a educação contínua.

Feedbacks construtivos

Um sistema de feedback também é necessário para a empresa ter um treinamento corporativo de qualidade. Essa ferramenta é usada para entender a satisfação dos funcionários com o método escolhido, permitindo que melhorias sejam adotadas nos próximos processos. Algumas opções de formato de feedback são:

  avaliação de 0 a 10 com espaço para comentários, feita física ou virtualmente;

  sistema de feedback automatizado em uma plataforma de ensino corporativo.

Resultado metrificado

Uma das principais características do novo modelo de RH é o uso de indicadores para a tomada de decisões. Falando especificamente sobre a avaliação dos treinamentos realizados a fim de se pensar nos próximos passos para o desenvolvimento dos funcionários, é necessário ter métricas de resultado.

Os indicadores ajudam a avaliar se os objetivos estão mesmo sendo alcançados pelo programa de educação corporativa. Além disso, eles ainda ajudam a justificar os investimentos na área e o orçamento necessário para a sua realização.

Tecnologia educativa

Como já falamos rapidamente, bons treinamentos corporativos normalmente envolvem tecnologia. Aí entra a educação digital, grande tendência do mercado que usa soluções tecnológicas em prol da melhoria do aprendizado e da otimização dos investimentos feitos.

São diversas as soluções disponíveis que permitem a criação ou o uso de plataformas digitais de educação. Nesse ambiente, o conteúdo pode ser produzido usando tecnologias e métodos considerados tendência no campo educativo, como gamification, realidade virtual, realidade aumentada e microlearning.

Time especializado

Depois de tudo isso, ficou mais que evidente que um treinamento corporativo eficiente precisa atender a diversos critérios, certo? Para cumprir todos eles, é necessário contar com um time especializado no assunto, com profissionais técnicos, pedagogos, administradores e demais especialistas.

Na prática, não é fácil (tampouco barato) criar e manter um time com todas as habilidades necessárias para o desenvolvimento de um programa de educação corporativa eficiente — principalmente quando envolve uma plataforma de ensino e produção constante de conteúdos.

Por esse motivo, muitas organizações optam por recorrer a uma empresa parceira, especialista em educação corporativa digital. Esse tipo de empresa oferece tanto o time de profissionais devidamente capacitados quanto diferentes soluções tecnológicas de educação — como modelos já preparados de plataformas de ensino ou a opção de começar uma do zero, totalmente personalizada.

E então, você acredita que é o momento de encontrar um parceiro para criar uma boa estratégia de treinamento corporativo para seu negócio? Entre em contato com a Telefônica Educação Digital, especialista no assunto, e comece logo seu projeto!

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web